Ao26

Rua Vitor Cordon, 26 Lisboa

O que vai encontrar?O projecto nasceu da convicção e sonho de que o mundo vegetal nos oferece uma enorme potencialidade e abundância. Não querendo substituir sabores ou texturas o desafio é brincar com os ingredientes vegetais e torná-los tão apetecíveis que não sentimos falta dos ingredientes de origem animal.

Quando e por que você começou seu negócio? Quem é seu cliente-alvo? O projecto nasceu da convicção e sonho de que o mundo vegetal nos oferece uma enorme potencialidade e abundância. Não querendo substituir sabores ou texturas o desafio é brincar com os ingredientes vegetais e torná-los tão apetecíveis que não sentimos falta dos ingredientes de origem animal.

O que torna sua oferta diferente / única?Para além da oferta da comida, descrita atrás, o restaurante é um espaço de união de arte e personalidade. O espaço foi evoluindo e crescendo com a presença de diversos artistas que pintaram as paredes, escreveram, deixaram testemunhos.

Qual é o seu item de assinatura? Por que as pessoas adoram?Catarina Gonçalves era engenheira civil deixando o seu trabalho para se dedicar a projectos de restauração veganos. Por questões éticas e, movida pelo seu sonho, deixou o mundo da engenharia para abrir um pequeno bistro vegetariano em Campo de Ourique. Mais tarde surgiu o Ao26.

Conte-nos algo que talvez não saibamos sobre sua empresa:Catarina Gonçalves era engenheira civil deixando o seu trabalho para se dedicar a projectos de restauração veganos. Por questões éticas e, movida pelo seu sonho, deixou o mundo da engenharia para abrir um pequeno bistro vegetariano em Campo de Ourique. Mais tarde surgiu o Ao26.